Anúncios
Deixe um comentário

Gauchão 2017 – Inter em mais uma final

Inter perde no tempo normal para o Caxias (0 a 1), porém vence nos pênaltis (5 a 3) e vai a mais uma final de Gauchão, a décima seguida.

O Caxias devolveu o placar de 1 a 0, do primeiro jogo em Porto Alegre e com isso levou a decisão para os pênaltis. Porém a história poderia ter sido muito diferente, caso não tivesse brilhado a estrela de Keiller. Quem? Keiller? É, isso mesmo que tu leu!!! Keiller, o nosso terceiro goleiro reserva. Após Marcelo Lomba ter brilhado na última quarta-feira, ao defender um dos pênaltis e dar a classificação ao Inter em cima do Corinthians, na Copa do Brasil, dessa vez ele não teve sorte. Sofreu uma lesão na coxa, logo aos 5 minutos de jogo. Com isso Keiller foi pro jogo e salvou o colorado.

Aos 20 minutos do segundo tempo, Marlon foi derrubado dentro da área por Léo Ortiz e o pênalti foi marcado. Na reclamação, Brenner esbarrou no árbitro, que expulsou o centroavante colorado. Porém, na hora do pênalti, brilhou a estrela do garoto Keiller. Gilmar bateu forte no canto esquerdo e o goleiro voou na bola, espalmando para o lado. Um lance inesquecível para o jovem goleiro em sua estreia. Como o jogo já estava 1 a 0 para o Caxias, caso o time da serra tivesse convertido a penalidade, estaria classificado para a final do Gauchão.

Mesmo com um jogador a menos até o apito final, o Inter foi pra cima e pressionou o Caxias, porém a decisão acabou indo para a decisão por pênaltis. Todos os cobradores colorados acertaram: D’Alessandro, Victor Cuesta, Valdívia, Nico López e Diego. Pelo lado do Caxias, Jajá, Reis e Júlio César também converteram, mas Marlon parou nas mãos de Keiller, garantindo o Inter em mais uma final de Campeonato Gaúcho e com chances de buscar o hepta campeonato.

galeria_foto_d2bcccc4139924fe153849de869dfe46

Keiller, o herói da classificação colorada. – FOTO: Ricardo Duarte – Inter Divulgação

FICHA TÉCNICA

Caixas (1): Lúcio; Thiago Machado, Edson Borges, Laércio e Geninho; Marabá (Fredson Baiano), Elyeser, Reis e Warner (Marlon); Júlio César e Gilmar (Jajá). Técnico: Luis Carlos Winck

Internacional (0): Marcelo Lomba (Keiller); Alemão, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Anselmo (Diego), Rodrigo Dourado, Edenilson (Valdívia) e D’Alessandro; Nico López e Brenner. Técnico: Antonio Calos Zago.

Local: estádio Centenário, em Caxias do Sul.

Gol: Júlio César, aos 25 minutos do primeiro tempo (C).

Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Maurício Penna e André da Silva Bitencourt.

Cartões amarelos: Laércio, Wagner e Gilmar (C); Alemão, Léo Ortiz, Victor Cuesta, Uendel e D’Alessandro (I).

Cartão vermelho: Brenner (I).

Anúncios

Sobre Dale_colorado

Um colorado meio passional, meio racional...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s